Por que comemorar #Juntus?

Na última sexta-feira (19), uma festa com os coworkers, familiares, amigos e clientes #Juntus celebrou os quatro anos de atividade do escritório compartilhado. A comemoração foi na unidade da Avenida Faria Lima, em Londrina, e contou com a presença de centenas de pessoas que se divertiram ao som de Guilherme Imai e com a presença dos food trucks que deixaram tudo ainda mais gostoso. Perguntamos a alguns dos nossos coworkers os motivos de eles comemorarem #Juntus. Confira as respostas!

Eu conheci o Juntus em 2014 por ser voluntária da ONG MAE que funcionava na Rua Goiás. Ali eu conheci um pouco do conceito colaborativo. É muito interessante essa possibilidade de ter um escritório completo, sem a burocracia e obrigações que um espaço próprio exige, além da coisa boa que é toda a colaboração entre os profissionais que estão ali. Essa troca de experiências é interessante para a gente sair da zona de conforto, para gente conseguir fazer coisas que a gente realmente acredita. – Juliana Modotti, jornalista.

juntusquatroanos-58

Eu estou no Juntus há quase dois anos. Este aniversário representa todas as mudanças, as evoluções que o Juntus teve nesse tempo. Isso tudo já é algo muito maior do que o espaço e as conexões que acontecem aqui.
– Fernando Medeiros, proprietário da Agência Haus.

 

Eu já sou da família #Juntus há um tempinho, desde 2013. Eu acredito que o Juntus veio trazer inovação e transformação para Londrina, algo sem precedentes. O coworking e todas as nuances de trabalho que vêm com ele trazem, também, uma mudança de mentalidade que Londrina estava precisando porque é uma cidade um tantinho quadrada. Eu vim comemorar por tudo isso e porque aqui eu me sinto em casa. – Charles do Prado.

Eu vi comemorar porque o Juntus é massa. Não tem outra forma de oferecer coisas, serviços, se você não trocar ideias com as pessoas. Originalmente não existe um lugar de trocar ideias na cidade, no planeta. Ninguém vai para o Calçadão de Londrina para conversar, fazer networking, trocar ideias. Mas aqui no Juntus existe essa possibilidade de trocar informação com gente que, teoricamente, não tem relação com o seu negócio. No Juntus tem um monte de coisa, um monte de gente que pode resolver os problemas que você já tem e outros que você nem saiba que tem. Se a solução não está aqui, quem está aqui sabe de outro alguém que vai te ajudar. Isso é fantástico, é algo para se celebrar.  – Marcelo Frazão, jornalista.

juntusquatroanos-117

 

Vim comemorar com os amigos que eu divido o local de trabalho, a riqueza do ambiente que o Juntus proporciona, a diversidade.  O fato de estar #Juntus já é motivo de comemoração.
– Geisel Campos, artista plástico.

 

Eu não conhecia o conceito de coworking até pouco tempo atrás. Contratei o serviço de coach e a profissional me atendia na unidade da Goiás. De cara eu já me identifiquei com o conceito, achei super legal a troca de informação, os contatos possíveis dentro de um espaço compartilhado. Hoje eu estou comemorando toda a alegria que é o Juntus e, também, porque em breve eu vou ter um espaço na Faria Lima para, paralelamente a minha função pública, eu dar continuidade ao meu serviço de gestora ambiental. Poder atender meus clientes neste espaço é muito legal. – Liane Lima, secretária do Meio Ambiente de Londrina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *