O que te leva a sair de casa hoje?

Diariamente recebemos em nossos escritórios pessoas que estão a procura de opções para aumentar o rendimento e satisfação profissional.
Passar de uma rotina única e individual, para o dia-a-dia de um escritório compartilhado é uma grande mudança, por isso, aprendemos muito sobre como a coletividade pode agregar a qualquer negócio. Neste mês, lançamos o desafio #saiadecasa, pensado para incentivar os encontros e as conexões.
Multiethnic-People-with-Startup

Saímos de casa para… 

O Renan é casado, pai do Vitor e  trabalha há 4 anos em uma grande empresa, na área de T.I. 
Todos os dias ele acorda às 6:00, toma um café depois do banho e deixa um beijo na esposa e no filho.
Renan sai de casa apressado, entra no carro e encara 1 hora de trânsito até a empresa, para iniciar sua carga horária de 8 horas de trabalho.
No final do dia quando chega cansado, seu jantar está na mesa, mas a família já comeu.
“No fim de semana eu compenso!” – Renan sempre pensa e promete.

 

—–

A Gisele tem 24 anos, é designer e mora com os pais. Iniciando no mercado, entregou currículos em algumas agências e empresas se candidatando para vagas diversas. Paralelamente, começa a apostar em projetos como freelancer.
Com horário flexível, prefere não acordar cedo e a tarde divide seu tempo entre lazer, afazeres e os poucos jobs que tem assumido. Enquanto  “não trabalha”, seus pais incubem tarefas diversas e Gisele sai de casa para fazer compras, lavar o carro, buscar a roupa na lavanderia ou levar o irmão no jogo de futebol. O que é ótimo, pois retribui o apoio dos pais, porém a coloca cada vez mais longe do seu planejamento profissional.
“Preciso organizar minha vida!”- Gisele sempre se queixa.


—–

O Roberto é jornalista e trabalha há 2 anos em home office produzindo conteúdo para um jornal e também algumas empresas. Ele e o Tito, seu cachorro vivem juntos em um apartamento no centro, dividindo com o Caio, que faz mestrado e fica boa parte do tempo em casa.
Algumas vezes, Roberto sai de casa rumo a um café para fazer reunião com clientes e aproveita o ambiente para trabalhar, sem Caio ou Tito para interromper. Entre tortas, xícaras e garçons, mais de 3 horas no lugar se torna desconfortável e custoso, por isso volta para casa cedo e trabalha até tarde em seu quarto, com o Tito no colo e Caio no vídeo game.
“Tenho que ser mais produtivo.” – Roberto pensa.  

 

LWM_9450

 

Aceitando desafios

Sabe aquela história de que a magia acontece fora da nossa zona de conforto? Pois é…
Zona de conforto pode ser definida como uma série de ações, pensamentos e comportamentos que uma pessoa está acostumada a ter e que não causam nenhum tipo de medo, ansiedade ou risco.
A menos que você seja empreendedor.

No caso do Renan, Gisele e Roberto, empreender pode significar, mais do que abrir um negócio, AGIR, COLOCAR EM PRÁTICA as mudanças necessárias para alcançar seu objetivos: organizar a vida, ter mais tempo com a família ou mais produtividade no trabalho. 

Por isso, o  #saiadecasa é antes de tudo um convite ao desafio de levar suas ideias e projetos para fora da casca!

Independente da sua motivação pessoal, arregaçar as mangas e trabalhar duro pode ser muito mais fácil quando estamos em comunidade. Ao compartilhar, economizamos, poupamos recursos, crescemos, profissionalizamos e humanizamos nosso trabalho.

 

Não deixe que a comodidade da sua casa acomode seus projetos.

DSC_0291

No Juntus, você aproveita escritório + rede de relacionamento: você sai de casa para se concentrar, usar sala de reuniões para apresentar seu trabalho, encontrar parceiros – mas também para compartilhar conhecimento, arejar as ideias, conhecer pessoas e aprender algo novo.

Para incentivar o movimento #saiadecasa, começamos o ano com condições especiais de coworking para aqueles que procuram lugar para trabalhar full time com flexibilidade.
Entre em contato e conheça o plano que melhor atende às suas necessidades!


Leia mais e entre em ação:
Os perigos da zona de conforto 

Por que você deveria escolher um coworking para trabalhar em 2017? 

Um tour por espaços de coworking brasileiros 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *