27 perguntas para fazer em vez de “O que você faz”?

o que você faz

“O que você faz” é, talvez, a pergunta que mais fazemos na hora de socializar. Ela parece ser a deixa perfeita para evitar aquele silêncio que incomoda e descobrir mais sobre o outro. Mas, por que será que o que fazemos para ganhar dinheiro nos definiria melhor do que aquilo que fazemos somente por prazer?

Cresce cada vez mais, o número de pessoas que já não vivem somente em função de seus empregos, ou têm cargos não tão simples de explicar, estão envolvidas em diversos projetos, vivem várias paixões e hobbies… Enfim, somos muito mais que a descrição do nosso holerite e/ou diploma da faculdade.

É seguindo essa máxima, que o pessoal do GeekWire afirma que, nem sempre, essa pergunta cria o melhor ambiente para realmente se conhecer alguém. E os motivos são simples:

  • Perguntar “o que você faz” passa a sensação de permanência e estabilidade, quando a nossa economia e valores apontam para novas estruturas de se relacionar e trabalhar. Não perguntar o que fulano faz, nos desafia a pensar fora da lógica óbvia industrial e provoca mais empatia, sentimento essencial para a sobrevivência humana;
  • A pergunta resume sua personalidade ao seu emprego, como se todos os médicos fossem assim, todos os jornalistas assados. E na verdade, o que importa não é o que fazemos, mas como fazemos, não é mesmo?!
  • A pessoa pode não ter um emprego no momento, e pode ser chato ou constrangedor ter que responder isso;
  • Algumas pessoas não se preocupam com o que eles fazem para viver, mas têm de falar sua formação ou o que traz dinheiro para a sua conta de qualquer maneira.

E para fazer aquele approach com sucesso, uma boa dica está no livro da dupla Chris Colin and Rob Baedeker, “What to Talk About: On a Plane, at a Cocktail Party, in a Tiny Elevator with Your Boss’s Boss. Os autores sugerem que façamos perguntas abertas, que estimulem as pessoas a contarem histórias, em vez de perguntas com respostas de duas palavras só.

Agora vou lançar um desafio. Aqui estão 27 sugestões de perguntas, sugeridas pelo Buffer, para fazer em vez de “o que você faz”. Será que você consegue dar uma chance a elas?

1- Qual sua maior paixão na vida?

2 – O que você gosta de fazer?

3 – Qual foi a melhor coisa que te aconteceu hoje?

4 – Com o que você anda mais empolgado ultimamente?

5 – No que você está trabalhando?

6- Se dinheiro não importasse, o que você gostaria de fazer da vida?

7 – O que você faz para se divertir?

8 – No que você está focado no momento?

9 – Qual foi a coisa mais interessante que aconteceu com você ultimamente?

10 – Como você sente que sua vida tem funcionado até agora?

11 – Qual foi a melhor parte da sua semana? E do seu final de semana?

12 – O que você queria ser quando você crescesse?

13 – O que você pretende fazer no momento?

14 – Qual foi a última foto que você tirou no seu celular?

15 – No que você mais gosta de gastar seu dinheiro?

16 – Qual foi a melhor coisa que alguém já disse sobre você?

17 – Qual hábito ou melhoria você tem tentado mudar ou alcançar?

18 – O que te anima?

19 – Qual sua palavra favorita?

20 – Você é apaixonado por alguma causa? Qual?

21 – No que você tem pensado ultimamente?

22 – De qual hábito pessoal você tem orgulho?

23 – Como você gasta seu tempo no dia a dia?

24 – Que problema você gostaria de poder resolver?

25 – Qual foi a coisa mais interessante que você aprendeu recentemente?

26 – Qual seu emoji favorito?

27 – Qual a pessoa, no mundo todo, que você mais gostaria de jantar, almoçar ou tomar um café?

o que você faz

Adaptado via Buffer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *