Blog

Protagonismo Social: Como podemos ser agentes de mudança na construção de um mundo melhor?

Em nosso dia-a-dia presenciamos diversos problemas, sejam eles na nossa rua, na nossa comunidade ou até mesmo em nossas cidades. Muitas vezes nos sentimos diminuídos diante de tantos desafios, imaginando alternativas e soluções, mas sem perspectiva. Vivemos em uma era em que, mais do que nunca, a colaboração e a orientação por uma sociedade justa é um desejo coletivo. Procuramos por um senso de propósito na construção de um mundo igualitário. Queremos causar um impacto positivo.

Mas como podemos fazer isso?

No Brasil, cerca 26 milhões de jovens desejam fazer algo pelo coletivo no dia-a-dia, alinhado a um propósito maior e impacto social. Entretanto, 84% desses jovens sentem-se à deriva da participação nas mudanças da sociedade, sem saber por onde começar ou sem ter ações concretas – mas estão abertos para agir e buscar experiências que gerem engajamento e que promovam a colaboração.

Todos nós somos possíveis agentes transformadores. Nós sonhamos, desejamos, criamos e mudamos a nossa trajetória, lidando com diversos problemas, obstáculos e barreiras que, a princípio, parecem intransponíveis. Entretanto, a partir do momento em que nos vemos como agentes de mudança, tudo passa a ser possível. Assim como no nosso contexto individual, para agir na sociedade e abordar problemas sociais que nos incomodam precisamos nos empoderar como agentes transformadores, protagonistas, cuja jornada, em seus altos e baixos, pode ter um impacto muito maior do que poderíamos ter imaginado a princípio. Nós somos, nós podemos.

Mas… Que caminho seguir?

Em um mundo repleto de problemas, nos sentimos tão sobrecarregados com as injustiças, violências e desigualdades que é muito mais cômodo fugir de tudo e aceitar o mundo como ele é a buscar o mundo como ele deveria ser. Porém, temos sempre aquela voz no fundo de nossa mente, aquela situação que faz nosso coração acelerar, nossos olhos marejarem, nosso sangue subir: a nossa causa. Não há como solucionar todos os problemas sociais com os quais convivemos, mas podemos (e devemos) agir naqueles que nos fazem reagir com paixão e vontade de mudar. O trabalho sobre a nossa causa com o objetivo de transformação é o nosso propósito. Todos nós temos, em algum lugar, um propósito pulsando, uma vontade latente que muitas vezes, soterrada sob anos de apatia, não conseguimos ver. Ou até vemos, mas não sabemos o que fazer com ela.

Entender nosso papel como protagonista social e encontrar nosso propósito são dois passos muito importantes para trazermos à vida ideias, projetos e desejos que há anos estão engavetados. Mudar a nossa trajetória nunca é fácil, mas certamente é necessário  – e são os desafios que fazem do caminho do protagonista uma jornada. Felizmente, não faltam exemplos de pessoas que, conectadas ao seu propósito e vontade de fazer a diferença, trouxeram projetos inovadores que hoje impactam a vida de milhares de brasileiros. De empresas que reformam as casas em comunidades a preços acessíveis e parcelados, softwares que traduzem websites para libras e bancos de troca de tempo, as histórias de sucesso das iniciativas de impacto social se multiplicam, somando 579 empreendimentos ao redor do Brasil. São mais de 500 histórias de pessoas que, movidas por seu propósito, se tornaram protagonistas sociais.

Motivada a criar novas histórias como essas, a Social Good Brasil, uma ONG que trabalha com tecnologia e inovação social, desenvolveu a Aceleradora de Protagonismo Social, uma iniciativa gratuita, presente em 14 cidades ao redor do Brasil, que tem como objetivo acelerar pessoas para o compartilhamento, colaboração e criação de iniciativas sociais pelo país.

A Aceleradora de Protagonismo social fará seus primeiros encontros no Juntus GO (Rua Goiás, 1774), nos dias 07/07 (19h às 21h), 08/07 e 15/07 (9h às 13h).

Quer encontrar o seu propósito e ser protagonista da sua comunidade?*

Inscreva-se aqui.

*O programa da Aceleradora de Protagonismo Social é 100% gratuito.

blog comments powered by Disqus